segunda-feira, 17 de dezembro de 2012

Corrupção: a herança de Lula*

Capas da revista Veja: a grande imprensa tem partido?


(*) Artigo publicado originalmente no Jornal da Paraíba, na edição de 16.12.2012

Quando os historiadores começarem a se debruçar sobre esse período atual da história brasileira, já consolidados os resultados do que aqui produzimos como Estado e como sociedade, é provável que seja inevitável reconhecer o grande legado que deixará Lula para as gerações futuras. 

Entre outras coisas, especialmente nesses tempos de mensalão, será preciso destacar a contribuição que o governo Lula deu ao combate à corrupção no país. 

Foi Lula quem liberou, por exemplo, as amarras que prendiam antes a Polícia Federal, seja para investigar a corrupção do próprio governo, inclusive sem poupar membros ilustres dele, seja para investigar figuras consideradas antes intocáveis, como banqueiros, grandes empresários, corruptores e sonegadores de toda espécie. 

O mesmo STF que tenta hoje ser expressão desse sentimento de moralidade pública, dobrando-se às pressões da mídia, é o mesmo tribunal que já libertou banqueiros como Salvatore Cacciola e Daniel Dantas, presos pela PF, e dezenas e dezenas de corruptos de menor estirpe.

Não esqueçamos nunca que foi Lula quem também deu plena autonomia para o Procurador Geral da República. 

Quem investigou o mensalão e ofereceu a denúncia ao STF contra membros proeminentes do governo e do PT, mesmo com provas consideradas frágeis para os crimes para os quais são acusados? 

Em tempos não muito distantes, o Procurador dessa instituição cara à República ficou conhecido pela alcunha nada edificante de “engavetador geral da república” porque nunca deu seguimento às denúncias contra o governe de então. 

E as CPIs? Quantas funcionaram durante o governo Lula, inclusive a que deu origem à crise do “mensalão”? 

Enfim, nenhum governo em qualquer época foi investigado e teve suas vísceras expostas ao público como o governo Lula, seja pela PF, seja pelo Ministério Público, seja pelo Parlamento, seja pela grande imprensa. E Lula permaneceu e permanece ileso.

Aliás, a atuação da grande imprensa certamente receberá um capítulo especial pelos historiadores que no futuro estudarem o governo Lula. 

Aqueles que se deterem num esforço de comparação perceberão com facilidade duas posturas radicalmente distintas quando o assunto for investigação de governos.

Do silêncio constrangido entre 1995 e 2002, seja diante de toda sorte de práticas dilapidadoras do Estado, como as que resultaram na privatização de gigantescas e lucrativas empresas estatais, que deu um prejuízo de bilhões ao Estado, seja pela denúncia (comprovada) de compra de votos de parlamentares na aprovação do projeto de reeleição de FHC, à turbulenta atuação denuncista entre 2003 e 2012, que procura criar uma falsa sensação de crise política e institucional permanente.

Um caso emblemático recente é o que envolve a publicização de assuntos pessoais do ex-presidente Lula, que certamente deve lhe causar dor e constrangimento porque atinge sua companheira de quase uma vida inteira, Marisa Letícia. 

Pois bem. Essa mesma imprensa que expõe a vida particular de Lula e sua “suposta” amante é a mesma que, por oito anos, sequer fez menção, aliás, corretamente, ao filho fora do casamento que o ex-presidente FHC teve com uma jornalista, reconhecido só depois da conclusão do mandato presidencial, atitude, essa sim, eticamente questionável. 

Para encobrir o que seria um escândalo, a jornalista foi transferida para Londres, onde permanece até hoje com o filho. Diante de fato como esse, a pergunta se torna inevitável: e se fosse Lula?

2 comentários:

Parral disse...

Cadê a repercussão de matérias dessa natureza nessa MÍDIA MORALIZADORA DA IMORALIDADE GOLPISTA?
Desde que percebi que o GOLPE EM CURSO não é de arremedo, venho colocando meu blog quase que exclusivamente a serviço da RESISTÊNCIA PREVENTIVA. ESSA GENTE NÃO BRINCA DE GOLPEAR – é a nata da bandidagem profissional: sabe surpreender – para pior. Conhecemos seus precedentes... Devemos ficar alertas...
O BRASIL DEVE ESSA RETRIBUIÇÃO A LULA, A DILMA E AO PT...

Lula é o maior patrimônio político do Brasil. Deve ser respeitado e defendido por todos que respeitam este país, antes dele entregue ao que há de pior, em termos de parasitismo, irresponsabilidade e desrespeito pelo povo.
A falta de informação, de conhecimento da história e a consciência rasa destas gerações consumistas, simplistas, imediatistas (a que qualquer frase de efeito, slogan publicitário move em qualquer direção – a serviço e em defesa dos piores interesses), formatadas para dizer amém a todo e qualquer ditame, é que permite que um homem da sua estatura, reconhecido no mundo inteiro como uma das maiores e mais importantes lideranças contemporâneas, seja submetido a esse nível aviltante de desrespeito – até por aqueles que mais se beneficiam da sua obra: O MELHOR GOVERNO que o Brasil já teve, VOLTADO PARA AS DEMANDAS ESSENCIAIS DO POVO BRASILEIRO.
Quem respeita o povo brasileiro e ama o Brasil tem o dever de sair em sua defesa...
Ao que o povo consagra, nem o tempo apaga: a vida consolida!
NÃO AGRIDA...
OPOSIÇÃO
PIGUISTA
DESISTA
CONTRA LULA, NEM INSISTA!

Ler PT & MÍDIA; O MONTURO FALA (SUPREMO SUSPEITO); ATIÇANDO A MASSA,; PT EXPIATÓRIO; ALERTA, BRASIL; CRISTO PETISTA; A SITUAÇÃO DA OPOSIÇÃO; NEOPETISMO (LULISMO DE RESULTADO); BRASILULA... http://parralblog.blogspot.com.br/
SUPERACIONISMO: UM GRANDIOSO DEVIR – TODO SEU...
ABRACE O ABREU

Anônimo disse...

Very nіcе post. Ι just ѕtumbled upon youг blog and ωanted to mentiοn that Ι've truly enjoyed surfing around your blog posts. After all I will be subscribing in your feed and I am hoping you write once more soon!

Here is my web-site - V2 Cigs reviews