sexta-feira, 26 de outubro de 2012

Uma história, uma homenagem, uma propaganda: o Rancho da Picanha abre hoje suas portas


Anderson Medeiros, em Viena, fazendo o que ele sabe e gosta de fazer

A postagem de hoje é uma homenagem aos jovens brasileiros que saem do Brasil numa aventura em busca de oportunidades. E uma propaganda aberta de um negócio que se inicia hoje e que merece ser sucesso. Eu vou contar primeiro a história dessa homenagem, depois eu faço a propaganda.

Anderson Medeiros, que é meu amigo e primo de minha esposa, saiu de João Pessoa e foi para Miami, nos Estados Unidos, em 1996, há 17 anos, portanto. Queria trabalhar e, se possível, construir uma nova vida. Acreditava no “sonho americano” de que o trabalho conduz à riqueza. Depois de várias experiências, foi parar na churrascaria O Porcão, que levou para os americanos a experiência brasileira de comer até se empanturrar nos rodízios de carne.

No Porcão, Anderson aprendeu a preparar uma bela picanha, mas também as variadas maneiras como os americanos apreciam uma carne. Tanto que americanos se aperceberam  e compraram o passe do paraibano para o trabalho na churrascaria Texas-Brasil. O domínio desse negócio logo rendeu uma nova oportunidade e Medeiros foi parar na Carolina do Norte para ajudar a abrir uma outra churrascaria, a Chamas, que pertence a brasileiros de Goiás.

Foi na Carolina do Norte que Anderson conheceu europeus interessados em abrir churrascarias-rodízio na Europa. E, depois de uma rápida passagem pelo Brasil, Anderson Medeiros foi para a Europa para iniciar um novo tipo de trabalho: consultor e administrador de churrascarias, em que ele concebia e produzia projetos, acompanhava a construção e gerenciava esses empreendimentos até que eles ganhassem vida própria.

Com isso, deixou suas marcas por toda a Europa: na Holanda, onde ajudou no estabelecimento da churrascaria Rodízio; na Itália, concebeu o projeto da churrascaria Gaúchos; na Eslováquia, a Leblon; em Londres, a Rodízio Ricco¸e, por fim, em Viena, a churrascaria Scenário. Talvez, Anderson Medeiros estivesse ainda perambulando pela Europa não fosse o continente tragado pela crise que corrói hoje as bases da riqueza e da estabilidade política e econômica do Velho Mundo.

Picanha na chapa com acompanhamentos. V ale a pena conferir.
Anderson voltou para o Brasil e aqui pretende colocar todo o conhecimento e experiência adquiridos nesses últimos 17 anos, agora num negócio de sua própria iniciativa. Por isso, nasce hoje a churrascaria Rancho da Picanha, onde Medeiros pretende servir uma variedade de cortes, especialmente de picanha, que dá nome ao estabelecimento, todos preparados na chapa e com acompanhamentos e molhos que Anderson aprendeu por onde passou “nesse mundão de meu Deus”, como ele gosta de repetir.

Eu, que já tive a oportunidade de provar muitos deles nos churrascos que frequentei nas últimas semanas, recomendo aos meus amigos uma visita ao Rancho da Picanha. E faço isso pela qualidade do serviço, mas também em homenagem a todos os brasileiros que saem de nosso país em busca de novas oportunidades e, se são trazem riqueza quando voltam, trazem experiência e conhecimentos para conosco compartilhar.

O Rancho da Picanha abre hoje suas portas, a partir da 17 horas. Ele vai funcionar no Bessa Shopping. Anderson Medeiros espera todos de braços abertos. Eu já reservei minha mesa.

O Rancho da Picanha abre hoje, a partir da 17 horas. Ele fica no Bessa Shopping (entrada do Bessa pelo Carrefour)

Um comentário:

MARCELO DE OLIVEIRA ARAUJO disse...

Olá Anderson. Parabéns, vc merece. Sou seu fã, somos amigos desde o tempo do 2001, erámos 4; Vc, Dante, Márcio Viana e eu Marcelo. Gosto de vc D++++++ cara. Vc um dia abriu as portas pra mim quando estava desempregado e vc me colocou na extinta FRULAR. Este mundo é pequeno,porque o dono deste blog, tb é meu amigo e foi meu professo no IESP.Vai em frente meu amigo, e certamente, irei prestigiar vc em breve no seu novo segmento tá. Valeu. Fica na paz. Marcelo Araújo.