domingo, 18 de abril de 2010

Veja como o Datafolha alterou a proporcionalidade dos eleitores entre as pesquisas de Fevereiro e de Março, beneficiando Serra!

Do blog Guerrilheiros do Entardecer (clique aqui para acessar)

O Datafolha alterou, de forma dramática, a proporcionalidade dos eleitores que entrevistou nas suas pesquisas de Fevereiro e de Março. Como o instituto fez isso, é o que irei explicar agora.


1) Em Fevereiro, na divisão por regiões do país, o Datafolha entrevistou o percentual de eleitores relacionado abaixo:

Sudeste - 40,9% (o correto seria em torno de 42%);
Nordeste - 28,7% (o correto seria em torno de 29%);
Sul - 14,6% (o correto seria em torno de 14%);
Norte/Centro-Oeste - 15,8% (o correto seria em torno de 15%).

Portanto, o que se conclui destes dados acima é que o Datafolha respeitou, na sua pesquisa de Fevereiro deste ano, a proporcionalidade da população brasileira. Assim, o instituto entrevistou um número de eleitores, em cada região do país, que respeitou a divisão da mesma entre o Sul, Sudeste, Nordeste e o Norte/Centro-Oeste. As diferenças não chegam a 1%, o que é irrelevante do ponto de vista estatístico.

2) Mas, na sua pesquisa de Março, o Datafolha modificou, radicalmente, o percentual de eleitores entrevistados em cada região do país, desrespeitando totalmente a divisão da população brasileira entre cada uma delas. Duvidam? Então, vejam como o Datafolha dividiu (proporcionalmente) os eleitores entrevistados, em cada região do país, na sua pesquisa de Março:

Sudeste - 61,2% (o correto seria 42%);
Nordeste - 18,4% (o correto seria 29%);
Sul - 11,6% (o correto seria 14%);
Norte/Centro-Oeste - 9,2% (o correto seria 15%).

Portanto, na sua pesquisa de Março, o Datafolha aumentou fortemente o percentual de eleitores pesquisas na região Sudeste, que foi de 61,2%. E a imensa maioria destes, 48,1% dos eleitores pesquisados a nível nacional (2001 eleitores), eram paulistas. E 26% dos eleitores entrevistados no país inteiro eram da CIDADE de São Paulo (1081 eleitores).

Ao mesmo tempo, a participação dos eleitores das demais regiões foi bem menor do que seria o correto, principalmente no caso do Nordeste, que teve apenas 18,4% de entrevistados, quando o correto seria 29%. O Norte/Centro-Oeste foi outra região com uma sensível diminuição do percentual de eleitores pesquisados.

Comparando-se as duas pesquisas, temos o seguinte:

Fevereiro/Março:

Sudeste - 40,9%/61,2% (aumento de 49,6%);
Nordeste - 28,7%; 18,4% (redução de 35,9%);
Sul - 14,6%/11,6% (redução de 20,5%);
Norte/Centro-Oeste - 15,8%; 9,2% (redução de 41,8%).

Esta mudança brutal na divisão do eleitorado entrevistado pelo Datafolha, em cada região do país, ajuda muito a explicar porque nestas pesquisas os resultados foram os seguintes:

Fevereiro/1º. turno:

Serra - 32%;
Dilma - 28%.

2º. turno:

Serra - 45%;
Dilma - 41%.

Março/1º. turno:

Serra - 36%;
Dilma - 27%.

2º. turno:

Serra - 48%;
Dilma - 39%.

Portanto, a subida de Serra e a estagnação de Dilma na pesquisa de Março foi fruto, basicamente, desta manipulação grosseira feita pelo Datafolha. E segundo informações já divulgadas, o mesmo procedimento foi adotado pelo instituto na sua pesquisa divulgada ontem, promovendo-se uma nova manipulação do percentual de eleitores que deveriam ter sido pesquisados em cada região do país.

É o Datafolha à serviço da candidatura de José Serra.

EM TEMPO: Quem quiser conferir os dados divulgados acima é só acessar a página do próprio Datafolha, nesses endereços aqui
e aqui. O primeiro, com as amostras da pesquisa realizada em 24 e 25 de fevereiro, que apontou um empate técnico entre Dilma Rousseff e José Serra; a segunda, realizada um mês depois e divulgada um dia antes do anúncio oficial da candidatura de José Serra, e que, diferentemente do que acontecera com os outros institutos, apontou uma diferença de 9%, com crescimento de Serra e estagnação de Dilma. Os dados sobre as amostras da pesquisa divulgada sábado ainda serão publicizados, mas eles foram ainda mais alterados, em benefício de José Serra, como demonstrou o blog Amigos do Presidente Lula.

4 comentários:

Gilson disse...

É mentira, Flávio Lúcio! Esse blog "Guerrilheiros do Entardecer" não tem a menor credibilidade.
Se o Datafolha tivesse feito isso que você diz, Serra teria aparecido mais de 20 pontos à frente.
Não embarque nessa canoa furada.

heliojampa disse...

Bom, se for verdade o que voce escreve, a própria Folha está enterrando a candidatura de Serra. De tudo que vi, reconheço que a pesquisa está correta, embora desproporcional. Acontece que essa medida não é a mesma no dia da eleição, e as pesquisas já não contaminam como no passado. Se nem no terreiro de Serra, ele não consegue crescer, o que podemos esperar no resto do país, que não por coincidencia, ele não é bem visto? Refiro-me ao tempo em que ele era ministro do planejamento de fhc e cortava verbas principalmente as que deveriam ser do Nordeste, daí, que por aqui, nem o PSDB o apoia.

Gilson disse...

heliojampa, Serra cresceu bem no Nordeste, onde está em empate técnico com Dilma.
Outra coisa: o Datafolha usou uma técnica estatística chamada ponderação, que corrige eventuais distorções e põe cada região com seu peso certo.

Anônimo disse...

Esse blog parece mais um amigos da Dilma, que coisa não como um blog só ataca um partido.
Ta bom de colocar as pesquisas da Paraíba do Sistema Correio, faz uma analise ai também dessas.

By. João Carlos.