sexta-feira, 15 de outubro de 2010

O QUE PENSAM DO POVO BRASILEIRO OS MENSAGEIROS DO ATRASO? DISSECANDO UMA MENSAGEM PRÓ-SERRA

Estamos vivendo uma verdadeira cruzada conservadora. Foi o que restou ao PSDB: despir-se de todo prurido ideológico e assumir de vez as bandeiras da extrema-direita, num campo em que o DEM andava sozinho. É um tudo ou nada que aposta no medo, na desinformação, no obscurantismo, e alimenta o que há de latente em muitas pessoas, especialmente de classe média: o preconceito, a intolerância e o desprezo pelos mais pobres.

Ontem, meu irmão me escreveu informando, um tanto atônito, que recebera mais de 50 mensagens contra Dilma Rousseff atacando-a de tudo: de terrorista, de atéia, de defensora da morte de bebês, e, essa é a última, de lésbica.

Hoje, recebi a mensagem abaixo, vinda de uma das tantas correntes que circulam pela internet e que criaram essa onda de terror que atinge pessoas bem intencionadas, mensagens cuja legitimidade é conferida por quem as reenvia. Normalmente, a pessoas conhecidas. Leia com atenção e perceba a brutalidade das palavras, o desprezo pelo povo brasileiro, especialmente os mais pobres.

Trata-se de uma compilação, pois o texto é um pouco longo. Leia e depois eu volto. Quem assina a mensagem é um tal de Joao SSouza Fh (?).

"- Brasileiro é um povo solidário. Mentira. Brasileiro é babaca. Eleger para o cargo mais importante do Estado um sujeito que não tem escolaridade e preparo nem para ser gari, só porque tem uma história de vida sofrida;

- Brasileiro é um povo alegre. Mentira. Brasileiro é bobalhão. Fazer piadinha com as imundices que acompanhamos todo dia é o mesmo que tomar bofetada na cara e dar risada.

- Brasileiro é um povo trabalhador. Mentira. Brasileiro é vagabundo por excelência. Um povo que se conforma em receber uma esmola do governo de 90 reais mensais para não fazer nada e não aproveita isso para alavancar sua vida (realidade da brutal maioria dos beneficiários do bolsa família) não pode ser adjetivado de outra coisa que não de vagabundo.

- Brasileiro é um povo honesto. Mentira. 90% de quem vive na favela é gente honesta e trabalhadora. Mentira. Muito pai de família sonha que o filho seja aceito como 'aviãozinho' do tráfico para ganhar uma grana legal. Se a maioria da favela fosse honesta, já teriam existido condições de se tocar os bandidos de lá para fora, porque podem matar 2 ou 3 mas não milhares de pessoas.

- O Brasil é um país democrático. Mentira. A maioria do povo acha que bandido bom é bandido morto, mas sucumbe a uma minoria barulhenta que se apressa em dizer que um bandido que foi morto numa troca de tiros, foi executado friamente.

Democracia isso? Pense ! O que me deixa mais triste e inconformado é ver todos os dias nos jornais a manchete da vitória do governo mais sujo já visto em toda a história brasileira.

Para finalizar tiro minha conclusão: O brasileiro merece! Como diz o ditado popular, é igual mulher de malandro, gosta de apanhar. Se você não é como o exemplo de brasileiro citado nesse e-mail, meus sentimentos amigo, continue fazendo sua parte, e que um dia pessoas de bem assumam o controle do país novamente.
Só falta boa vontade e consciência, será que é tão difícil assim?"

Para quê servem essas mensagens? Antes de tudo, para incutir na classe média desprezo pelos mais pobres, que dão apoio e base social ao governo Lula.

Mensagens assim deveriam ser mostradas no guia de Dilma Rosseff para o povo saber o que contém nelas. É assim que os serristas vêem o povo e é desse ódio de classes que eles se alimentam. Essa turma despreza o povo, não suporta a distribuição de renda, odeia ver pobre frequentando faculdade pública e privada, viajando de avião, indo a supermercado.

Essas pessoas querem porque querem desconstruir o governo Lula, e como não tem o que falar das melhorias econômicas - inclusive para o capital - e sociais, ficam incutindo nas pessoas a discórdia, o ódio e o preconceito. Quem achou que a luta de classes acabou, ela se mostrou em sua forma mais pós-moderna: a internet.

Mais do que tudo, elas tem o objetivo de atacar a auto-estima do brasileiro, independente de sua origem social. É para isso que servem essas desqualificações.

Agora, eu pergunto: Quem repassa mensagens desse tipo discorda que somos um povo alegre, honesto e trabalhador? De outro lado, concorda que somos, SOMOS, babacas, bobalhões, desonestos, vagabundos? Isso é uma visão elitista, de uma elite colonizada, que não gosta do seu país e do seu povo, que o despreza. E, se pudesse, viveria na Europa ou nos EUA, exercitando seu complexo de vira-latas. Por isso, eles odeiam Lula, que deu independência à política externa brasileira.

O nosso povo merece um futuro melhor e deve lutar por ele. Para tanto, precisa identificar quem o despreza para derrotar os adversários de um projeto de país mais independente, mais igual e mais justo. Derrotar aonde quer que eles estejam. Quem é eleitor de Dilma não vota em tucano e democrata. Nem em quem tem o apoio deles.

Um comentário:

Christiano Almeida disse...

Recebi, assim como você, tantos outros e-mails do mesmo naipe. Conheço (inclusive e em especial o irmão de Deputado Estadual derrotado aqui de Campina Grande)e trabalho com alguns. Costumam sussurar atrás das portas, olham de soslaio quando percebem aqueles que teem a coragem de confrontá-los com idéias, agem tal qual hienas rindo das suas maldades para com os menos abastados, enfim, a verdadeira escória desta nossa sociedade.